blog
poetavaz@ig.com.br
01.03.2017
Lenha

Sérgio Vaz

A Vida é um fogo tão grande e sagrado
que cabe em nós da mesma forma
que cabe numa formiguinha ou num Leão.
Não há pessoas maiores que as outras,
a diferença é que diante dela algumas se apequenam,
outras crescem.
E estar vivo é um mistério em tal intensidade,
que há aquelas que ficam ainda maiores quando morrem,
e outras vivem como se não existissem.
Não sei bem direito o que é a vida,
é apenas uma poesia,
só quis jogar um pouco de lenha na fogueira,
senão na sua, pelo menos na minha.

 

comentários
  • Camila de Mattos
    Taboão da Serra, Jardim Scândia
    Meu tio, sempre fazendo um lindo trabalho. Sou fã!
deixe seu comentário
Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer site. Com eles, os internautas podem ampliar o debate, complementar as notícias publicadas e tecer críticas e elogios. Por isso não queremos transformar esse espaço em palanque, nem contra e nem a favor. Nós não publicamos comentários com palavrões ou agressões gratuitas, comentários fora do assunto ou com auto-propaganda ou propaganda de terceiros. O Portal O Taboanense reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a bloquear o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal O Taboanense. Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação).
Este é um espaço de opinião de convidados e colaboradores do Portal O Taboanense. São visões pessoais que não necessariamente refletem a linha editorial do nosso veículo de comunicação.
Por favor aguarde, enviando comentário.
Comentário enviado com sucesso. Obrigado.
oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo